12/03/2013

Singapura - onde ficar, como se locomover e suas leis bizarras

Onde ficar
Como se locomover em Cingapura é fácil e o metrô abraça praticamente todos os bairros, a decisão de onde ficar vai depender do seu orçamento. Alguns bairros como o Marina Bay, Financial District e o Riverside são um dos mais caros para se hospedar, por estar perto da região nova e rica de Cingapura. Já os bairros Little India e Geyland é possível encontrar diárias a preços mais cômodos. Só para lembrar: não existe a menor possibilidade de dormir sem ar condicionado nessa cidade. E vá preparando o bolso porque qualquer hotelzinho merreca gira em torno de 80 dólares, mas tem uns sites bacanérrimos que dá pode conseguir uma boas promoções. São eles:



Booking - adoro esse site porque é um dos poucos que você reserva e paga só no check out. Eles pedem o seu cartão de crédito para segurar a reserva, mas não cobram antes de você chegar. Se precisar cancelar a reserva, eles dão até 48 horas para fazer de graça. Se for em cima do laço o cancelamento (com menos de 24 horas)  eles cobram um dia de diária. Dicas para navegar: eu sempre procuro o hotel através do mapa da cidade. Experimente!

Agoda - outro site maravilhoso de promocão de hotéis, especializados na Ásia. Já encontrei promoções de cair o queixo. A ferramenta de busca é espetacular. Já encontrei hotel boutique cinco estrelas com café da manhã buffet completo por U$ 62 e ainda ganhei um upgrade no quarto porque eles estavam com overbooking. Esse funciona no esquema "reserva e já caí no cartão na hora".


Para quem pode gastar mais de 200 dólares em uma diária

Se a empresa está pagando, você está de lua de mel ou o dinheiro não é problema, nem pense duas vezes, procure ficar nos hotéis próximos da baía de Cingapura e do Singapore river. Aqui eu indico dois hiper megas hotéis:

Marina Bay Sands - um espetáculo de hotel, daqueles que se tornam inesquecíveis e que marca na memória porque você pode viver a experiência de nadar na maior piscina infinita do mundo. Lá no último andar do hotel você praticamente vê Cingapura toda. É ver para crer. O visual é quase inacreditável. Na verdade, o quarto em si não tem nenhum esplendor, mas a vista lá do alto e a piscina...ah essa piscina! A diária a partir de U$ 250 que te dá acesso ao cassino, ao café da manhã no Sky 57, free internet por todo o complexo e a enorme academia de ginástica do hotel.





The Furlleton Hotel - localizado no coração de Cingapura e bem na frente do Merlion Park esse hotel é de um bom gosto inacreditável. Mesmo que você não se hospede por lá vale a pena investir duas horas do seu dia para conhecer seu interior e finalizar tomando um vinho no rooftop do hotel.




Para se ter uma idéia do glamour do local, a estátua ícone do país carinhosamente apelidada de Merlion fica na frente do hotel. A figura mítica com nove metros de altura, feita de mármore com cabeça de leão e corpo de peixe é para relembrar os primórdios de Cingapura quando a cidade era apenas uma vila de pescadores.  Para os locais, Merlin é como se fosse um talismã.


Sair para passear pelos arredores do Fullerton é de encher os olhos de tanta beleza. E a noitinha, quando os Leds (emissores de luz) se acendem, parece que a cidade fica ainda mais bonita. Aí o bacana é pegar um daqueles barquinhos que navegam pela baía e ficar curtindo aquela brisa mais fresquinha da noite.


Para quem pode gastar entre 100 e 200 dólares numa diária
Próximo da Marina Bay, seguindo o caminho do Singapore river também é uma ótima área para se hospedar. Lá os bairros vão se conectando um com outro, margeando o rio, cheio de restaurantes e pubs bem bacanas e onde o happy hour é clássico.


Park Regis Singapore Hotel - hotel super comfortável e com decoração contemporânea, a localização é praticamente na beira do Singapore river e apenas cinco minutos caminhando até o metrô de Clarke Quay. As diárias são a partir de U$ 150.

foto divulgação - Park Regis
foto divulgação - Park Regis

Novo Hotel Clarke Quay - esse hotel fica no coração do agito do famoso Clarke Quay. Praticamente todos os quartos tem vista  para o Singapore river e fica apenas alguns passos do Boat Quay (lugar para pegar o barquinho para percorrer o rio). O metrô fica a cinco minutos de caminhada e os quartos são bem confortáveis. A diária custa por volta de U$ 200.

foto divulgação - Clarke Quay hotel

foto divulgação - Cingapura


Para quem pode gastar menos de 100 dólares numa diária
Se você é da minha turma, ou seja, o dinheiro é contadinho sim (além do mais a nossa viagem estava apenas começando) vou te mostrar ótimas opções para que o custo/ benefício seja decente. E como já falei e volto a repetir, Singapura é uma surpresa na hora de pagar as contas. Ainda mais depois que você chega em Bali (foi nosso próximo destino nessa viagem de 40 dias pela Ásia) você não acredita como o seu dinheiro ganha outra notoriedade!

Através do Agoda eu encontrei um hotel bacana, no bairro Little India chamado Kam Leng Hotel. Com café da manhã incluído, ar condicionado bombando, cama queen size e chuveiro forte, os pré-requisitos foram bem atendidos. Para ficar 100% perfeito, só faltou um black out para manter o quarto escurinho pela manhã, mas nada grave, já que o objetivo era bater perna pela rua cedo. A diária custou $70 que para Singapura é um achado! Recomendo.

Kam Leng Hotel - foto divulgação

Kam Leng Hotel - foto divulgação


Rede Fragrance Hotels - essa rede tem mais de 15 hotéis espalhados por Singapura e dá pra encarar. Visitei alguns hotéis deles e o da região do Little India chamada Fragance Hotel - Elegance é muito bonitinho. As diárias giram em torno de U$ 80 dólares.

Rede 81 Hotels - outra rede famosa em Singapura com quase 20 hotéis da rede e preços módicos.

Como se locomover

Singapura é muito organizada e a locomoção é rápida e eficiente. Eu experimentei o táxi (que vale mais a pena se você estiver entre 3 ou 4 pessoas), o ônibus e o metrô, eu gostei mais do metrô que é conhecido também como  MRT (mass rapid transit).

As linhas chegam em todos os cantos da cidade, são rápidas e não te deixa esperando mais de 8 minutos em uma estação. O horário de funcionamento é das 5H30 da manhã até 00h30 da madruga.

O preço do ticket varia entre 1 a 3 SGD, dependendo da distância percorrida e é dividido em 4 linhas:

Linha Vermelha (norte / sul) - vai desde a Marina Bay (onde fica a parte mais turística ) até Jurong.

Linha Verde (leste / oeste) - essa que faz o caminho do aeroporto Changii.


Linha Roxa (norte/leste) - essa é boa para ir até Chinatown, Clarke Quay (onde ficam os restaurantes e pubs do lado do Singapore river) e Little India também. Essa linha que é ótima para fazer as conexões e atende a boa parte do turismo em Singapura. A estação Dhoby Ghaut conecta com as linhas vermelhas e amarelas. E na estação Outram Park você troca para a linha verde (que vai até o aeroporto).


Linha Amarela (circular) - essa quase não andei, mas pela mapa completo do metrô abaixo, ela dá uma volta bem na parte central de Singapura.


Segue abaixo o mapa com todas as linhas interligadas. Não é difícil de andar mas precisa tomar cuidado com algumas regras do país que são pouco assustadoras, mas que é melhor você tomar conhecimento.



As leis bizarras de Singapura

Só para vocês terem uma idéia, as leis e suas proibições já viraram souvenirs para turistas nas camisetas e canecas. Eu só de farra comprei um imã mostrando o que é proibido fazer e quanto custa a desobediência. Aqui as leis são estritamente rigorosas. Segue abaixo algumas leis:


Nem pense em fumar em lugares públicos porque a multa vai custar mil dólares no seu bolso. Para acalmar o vício tente algum bar ou pub e peça autorização para fazer fumaça.

Tem uma fruta nativa chamada Durian que é estritamente proibida nos metrôs. Dizem que o cheiro é insuportável. Se descumprir a lei, a multa é de 500 dólares.



Urinar na rua? nem pensar, gravíssimo! 1000 dólares a multa.

Jogar qualquer lixo no chão? se te pegarem, 1000 dólares.


É proibido atravessar a rua fora da faixa de pedestre. Quer tentar? depois me conta!

Droga? nem pense nessa palavra que é treta na certa. Pornografia? proibida!

E a homossexualidade é contra a lei (pasmem!),  mas existe vários lugares seguros para os GLBT, mas nem pense em andar de mãos dadas e fazer demonstração de carinho. Até mesmo para os heteros pode dar problema.

Antes de terminar meu dossiê Singapura eu queria divagar um pouco aqui...

Durante essa semana que estive no país, apesar de toda essa modernidade e riqueza, nem só de beleza vive o país.

Eu andei por bairros bem mais simples, onde vivem os locais, como em Chinatown, Little India e o bairro árabe e durante minha estadia eu conversei com vários moradores (mais de vinte com certeza) e para todos eu fazia a mesma pergunta: "Você gosta de morar aqui"?

E apenas um indiano me respondeu: "sim eu adoro morar aqui porque é muito seguro" (depois a conversa se estendeu e acabei descobrindo que ele teve problema de estupro dentro da família lá na Índia).

Os locais contam que moram em Singapura porque é ali que está o dinheiro, mas que a vida é muito escrava. Eles reclamam que não conseguem curtir a vida porque só trabalham, trabalham...sem parar. Muitos deles, também vêm de outros países vizinhos para fazer um pé de meia durante um ano todo e depois voltam para suas casas com uma boa economia.

E isso eu fui percebendo durante minha estadia e tive a sensação que as pessoas não são muito felizes por lá, apesar de tratarem o turista muito bem.

Quer mais informações sobre Singapura?

Singapura - A Ásia para iniciantes











9 comentários:

  1. nossa q interessante!Achei bem completa a sua descrição sobre Cingapura.Fiquei morrendo de vontade ir neste hotel q tem a piscina na cobertura.Uma vez vi no Globo reporter falando sobre este hotel e achei muito massa..só não sei se teria coragem de entrar (é muito alto).Sua viagem ficou muiiiito cara?

    poquimdemim.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. oi Amanda, tudo bem? obrigada por acompanhar o blog! Fico feliz que gostou...estive por lá no começo do ano e dos quatro países que visitei ( Cingapura, Indonésia, Filipinas e Malásia) Cingapura foi disparado o mais caro, por isso fiquei apenas 4 noites por lá em um hotel bem bonitinho chamadp Kam Lengh Hotel por 70 dólares a diária. Esse hotel da piscina, o Marina Bay Sands eu acabei fazendo um tour por todo seu interior e a área da piscina por trabalhar com turismo,mas se te interessar custa uns 250 dólares a diária. A piscina é alta mesmo, mas é bem segura.
    Um abraço
    Candice

    ResponderExcluir
  3. Ola Candice.. adorei seu Blog e estamos fazendo nosso roteiro baseado nas suas infos...
    FIcaremos no Kam Lengh Hotel, mas nao quero perder a oportunidade de tomar banho nessa piscina mais altado Marina Bay!!! Adoramos o Blog!!!!

    ResponderExcluir
  4. Olá Adoramos o blog Candice... estamos No arizona e a unica coisa maravilhosa q faltou no seu blog da viagem pra ca foi SKYDIVE e os lakes dos canyons AMO!!! Eu e meu marido amamos o Arizona e todo ano estamos aqui por causa do SKYDIVE... estamos planejando nossa trip para dia 4 agora em Cingapura e Bali com seu BLOG... obrigada pelas dicas

    ResponderExcluir
  5. Obrigada Flávia! aproveite bastante e se lembrarem de mim, mande um sinal de fumaça lá ne Cingapura ou de bali! que delícia! ! eu adoro!
    E quando tiver um tempinho me conte mais sobre o Skidive que eu não conheço! quem sabe já colocamos aqui no blog né? Você pode me ajudar?
    bjo
    Boa viagem
    Candice

    ResponderExcluir
  6. Vou a trabalho a Cingapura, juntamente com 20 amigos, tem como alugar casa por temporada?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deve ter jeito sim. Você já procurou pelo www.airbnb.com?
      É uma boa opção!
      Boa sorte

      Excluir
  7. Candeice bom dia! Me caso em 12/12 e gostaria de ir a um lugar que pudesse unir parque de diversões, compras, parque aquatico, passear e ser lindo o local. Acredito que Cingapura consiga unir tudo isso. Vi que tem um parque da Universal e o Water Park, preciso de ajuda, queremos um hotel em que possamos andar em tudo conhecer varios lugares e que há acesso ao Metro. E compras, é possível? O dinheitro é dolar como funciona?
    Agradeço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Cingapura pode ser uma ótima opção! O país é caro e reúne tudo isso que você quer! Não conheço esses parques aquáticos mas como você encontra tudo por lá, com certeza deve ter também! O Marina Bay Sands é o melhor hotel da cidade! Impressionante!
      Boa sorte
      Candice

      Excluir

se quiser mais informações, por favor mande um email para
vidaeumaviagem@gmail.com
obrigada