03/04/2014

Filipinas - quando ir, como chegar, onde ficar, o que fazer e muito mais! Parte II

Quero contar um pouco da minha experiência nas Filipinas e dar dicas de como chegar nas ilhas que explorei por lá. Foram duas as escolhidas: Bantayan Island, uma desconhecida por turistas e a outra já bem famosa, mas escandalosamente linda chamada Palawan Island.

Com um país com mais de 7 mil ilhas, o mais difícil é decidir qual delas escolher. Através de muitas pesquisas e conversando com amigos filipinos que moram aqui em San Francisco, já sabia que a região de Visayas é a parte mais linda e também segura do país.



Quando vou me aventurar pela primeira vez num país procuro sempre conhecer uma região que já tem uma certa "notoriedade" ou seja, que já foi descoberta e onde o turismo é o ganha pão da comunidade local. Vou mesmo por curiosidade para ver como funciona tudo: o movimento, a estrutura, como eles atendem o turista entre outros detahes.

Em contrapartida, a segunda escolha é aquela que se vacilar não tem no mapa, ou seja, a menos turística possível, onde a pesquisa pela internet é escassa, onde implica em dificuldades para se chegar ao local, mas que muitas vezes são as grandes e boas surpresas em uma viagem. É o momento que eu mais gosto nas minhas andanças.

Aeroportos  - como decupar bem a sua viagem


Pois bem, para se chegar nas Filipinas os aeroportos mais fáceis de conexões internacionais são os de Manila, Cebu e Davao. Manila é o aeroporto mais importante e que atende quase todas as conexões e fica na parte verde do mapa, que é a região de Luzon. Na parte azul do mapa, região de Visayas, o aeroporto que melhor atende as conexões é do de Cebu. E por último, o aeroporto de Davao que fica no sul, onde fica Mindanao e onde os próprios Filipinos aconselham os turistas evitarem por não ser uma região segura.

Como estávamos voando de Bali para as Filipinas e de olho em Visayas, nosso aeroporto escolhido foi o de Cebu. Para se chegar até as Filipinas (de várias localidades no sudeste asiático ) procure por passagens aéreas pela Philippine Airlines e pela Cebu Pacific Air.

Veja o mapa de Cebu e seus arredores:



A caminho de Bantayan Island - uma noite em Cebu


Se você olhar no mapa acima vai ver escrito em verde Cebu. Ali mesmo no centro da ilha é onde fica o aeroporto. E olhando lá na pontinha norte dessa tripa que compõe Cebu, ao lado esquerdo tem uma ilha. Ali é o paraíso de Bantayan Island.

A cidade de Cebu é feia, parece uma grande favela, pelo menos na parte por onde andei. Se alguém tiver uma opinião diferente, por favor me corrija.

Como chegamos no final de tarde, resolvemos dormir uma noite na cidade e partir no dia seguinte para Bantayan. Para se chegar ao paraíso não é muito fácil. Qual era o trajeto? Vamos lá:

Dormimos em um hotel chamado Express Inn, que pela internet parecia bacana, preço bom (U$ 25)  e por ser bem pertinho do aeroporto resolveria nosso vida naquela noite. Pois eu não aconselho para ninguém porque parecia mais um prostíbulo. Todos os hóspedes levavam meninas menores de idade para dormir com eles nesse hotel. Algo triste de se ver. São os "perrengues" clássicos de viagem.

Por isso se você for ficar em Cebu, meu conselho: fique no Bella Vista Hotel.

Por sorte ficamos apenas uma noite e no dia seguinte cedinho já alugamos um carro com motorista para nos levar no extremo norte da ilha até o porto de Hagnaya onde saem os barcos para Bantayan.

A viagem apesar de ter 110 km de distância levou duas horas e vinte minutos. Nesse tempo eu pude perceber como Cebu é feia e mal cuidada e que me fez lembrar a parte pobre do nordeste brasileiro, tipo o Maranhão e todo aquele abandono.

O motorista era bem imprudente e por umas duas vezes pedimos para que ele não corresse daquela maneira porque podia ser perigoso atropelar um pedestre que praticamente dividia a estrada junto com o carro. Essa viagem em um carro com ar condicionado custou 40 dólares.


Quanto vale o seu dinheiro nas Filipinas ( abril 2014 )


Antes de continuar que tal ter uma idéia de quanto vale o seu dinheiro nas Filipinas?

A moeda lá é chamada de peso filipino e cada 100 dólares que você troca  equivale a 4.500 pesos filipinos. Eu achei os preços nas Filipinas ainda mais baratos que a Tailândia e Indonésia.



Por exemplo, um quarto na frente da praia em um resort bacana na ilha de Bantayan com ar condicionado, custa a partir de 2.380 pesos filipinos, ou seja, 52 dólares com café da manhã incluso.

Um jantar na beira da praia com tudo que você imaginar: camarão na grelha, peixe, lagosta ( tudo que eles buscam no mesmo dia no mar ), cerveja, drinques, salada, sobremesa saí por 20 dólares para um casal.

A viagem até a pitoresca ilha de Bantayan

O momento da chegada no porto de Hagnaya de onde parte o barco para Bantayan foi algo inédito na minha vida, pois foi a primeira vez que me senti um ET. Ali que percebi que estava indo para um local onde os nativos não estavam acostumados com turistas. O olhar deles era exageradamente curioso.

O porto era muito, muito simples mesmo e o barco na verdade era uma balsa que acomodava de tudo: carros, galinhas, cachorros, crianças, enfim, quase uma arca de noé. Essa balsa saí todos os dias de Hagnaya para Santa Fé (nome do porto em Bantayan) em três horários: 7:00, 10:30 e 14:30 e a viagem dura duas horas.


A viagem foi bem bonita e aos poucos você começa ver aquele marzão azul ganhando vida. Logo que avistei a ilha já sabia que estava no paraíso só de olhar de longe.


O que não imaginava era o "ataque" dos locais na hora que a balsa aportou na ilha. É o momento que eles tem para fazer um dinheirinho e a disputa sobra para nós turistas: era uma briga para carregar minha mala até o hotel ( que ainda não tinha visto nada ) por uns trocados. Aquela situação foi me deixando bem constrangida. Só que até então eu não tinha entendido aquele "ataque" (ainda mais chegando em um lugar que você nunca esteve) e são nesses momentos que você não sabe direito como se comportar.

Eu agradeci mas preferi dizer que já tinha um amigo me esperando lá na ilha e que não precisava de serviço nenhum.

Desci a pé mesmo da balsa e carregando minha própria mala, me refugiei num bar para respirar um pouco depois da situação desconfortável que passei tendo que dizer: "não, obrigada" por muitas vezes.

Pedi uma cervejinha e fiquei ali tentando entender. Passado uns 10 minutos, já não tinha mais locais te forçando algum serviço nem te olhando sem parar. Pude reagir e até puxei conversa com um senhor que por ali passava e ele já me levou em um bar de um suéco que foi o achado da ilha!
O bar não tem site mas existe umas fotos no facebook: https://www.facebook.com/pages/HR-Music-Bar-Native-Restaurant/154458891384642 Parecia que todos ali eram parentes do Keith Richards.

Ali mesmo deixei as malas por uma meia hora e fui atrás de um lugar para dormir, claro que com algumas indicações dos locais. Depois de andar ali por perto descobri o Marlin's Beach Resort que  depois de conversar com a recepcionista rolou até um desconto na tarifa balcão: de 4.900 pesos a diária, a simpática atendente fez por 2.380 pesos, que significa 52 dólares.

O quarto bem de frente para a praia tinha um ótimo ar condicionado, cama confortável, chuveiro bom, sacada para ficar admirando o paraíso e com direito a café da manhã.

nosso jardim do hotel

espreguiçando a preguiça

Durante meus dias por lá fui descobrindo outras boas opções hotéis que divido aqui:


- Budyong Beach Resort ( um dos lugares mais lindos )
- Anika Island Resort
- Sta. Fe Beach Club
- Ogtong Cave Resort

Tem até um filminho que achei na internet do Budyong, para mim o lugar mais legal para ficar na ilha.


O que fazer na ilha de Bantayan 

Se você procura badalação, restaurantes da moda, hotéis sofisticados, Bantayan não é pra você. O clima  por esse pedaço de terra é de uma simplicidade impressionante, pura, linda de se ver.  É bonito de observar a integração dos locais com a natureza.

Como quase não se encontram turistas na ilha, a sensação é que você é um extraterrestre porque os nativos estão sempre olhando e sorrindo tímido para você.

O programa por lá é curtir o ócio. Sem hora para acordar, o que te espera é um belo café da manhã na beira daquele mar azul que parece não ter fim.

O que fazer além de observar as cores, formas e aromas das novas espécies da ilha? Tirar o dia para andar pela natureza, nadar no mar por horas até a mão enrrugar, se perder em uma trilha em busca da praia secreta. Na verdade, quem vai te ajudar a encontrar essas praias são os nativos. Eles tem o maior prazer em te contar onde fica a "secret beach". Eu não saberia como te explicar aqui.


E a praia é um sonho mesmo. E o melhor: só para você.


Descobrir Bantayan é trocar um sorriso com uma turma de crianças voltando da escola pra casa, fazer amizade com uma família pelo caminho, subir no coqueiro, ir no centrinho da cidade pra comer um pão quentinho feito na hora. É ser observado bastante também. Dá para sentir que mesmo com o jeito tímido, eles buscam um contato. E não pense que é para pedir dinheiro. Não mesmo.



A ilha de Bantayan

Com 81 quilômetros quadrados, Bantayan tem dois centrinhos principais: o de Santa Fé por onde chega o barco e onde ficam quase 99% dos turistas e sem dúvida onde o mar é mais bonito.

O outro centrinho (que fica uns 20 minutos de scotter) é um pueblo antigo que leva o nome da ilha e onde fica a igrejinha, a praça, a feirinha e o mercado municipal. Lá também tem dois bancos para sacar dinheiro, mas eu aconselho ter com você dinheiro suficiente para pagar suas contas porque às vezes os caixas eletrônicos ficam indisponíveis.

Nesse centro você encontra uma padaria e algumas lojas de comércio, tudo bem simples. E veja, não é como a simplicidade de Cusco no Peru, por exemplo, que é toda voltada para o turismo. Aliás, nessa parte da ilha você não encontra turista. É a vida do local, a criançada saindo da escola, o porto onde os pescadores deixam as roupas secando no sol, os cachorros pelas ruas, e o povo olhando e sorrindo tímido para você.



Como se locomover a Bantayan

Se você gosta de aventura com emoção nada melhor que ter uma boa scotter nas mãos. Você pode ficar independente, parar onde quiser e também explorar caminhos desconhecidos. Para alugar uma scotter é só falar com o pessoal dos hotéis que eles já ligam para algum amigo e pronto: lá está a sua moto novinha por 8 dólares a diária. Em apenas um dia de moto você consegue percorrer toda a ilha.

Se você não quer pilotar, tem a opção de alugar um motorista o dia todo para te levar para os passeios. Lá eles constróem encima da moto um banco para duas pessoas, cobrem com um toldo a parte de cima e saem dirigindo por tudo. É bem divertido andar em uma "rela" também conhecido pelo nome de rickshaw ( na Índia ) ou tuk tuk em outros países na Ásia.





Próxima parada: a fantástica ilha de Palawan, onde está a praia de El Nido, também conhecida como "paraíso na terra".


Texto sobre as Filipinas:

Filipinas - quando ir, como chegar, onde ficar, o que fazer e muito mais! Parte I

Filipinas - quando ir, como chegar, onde ficar, o que fazer e muito mais! Parte III

Filipinas - quando ir, como chegar, onde ficar, o que fazer e muito mais! Parte IV

Filipinas - quando ir, como chegar, onde ficar, o que fazer e muito mais! Parte V

45 comentários:

  1. Oi, Candice. Tudo bem? :)

    Seu post foi selecionado para a #Viajosfera, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Natalie - Boia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada Natalie!
      Tudo de bom!
      Candice

      Excluir
    2. Candice Parabéns pelo blog!
      Vou ora Filipinas passar o natal e ano novo! Onde você indica?

      Excluir
    3. Olá tudo bem?
      eu indico El Nido em Palawan se você quiser mais sossego e natureza linda!
      E indico Boracay se quiser agito!

      Boa viagem!

      Excluir
  2. Camilla Marins5/15/2014 09:02:00 AM

    Candice boa tarde

    Tudo bem? Eu amo mergulhar e quero muito conhecer as Filipinas, falaram que é um dos melhores lugares para mergulhar do mundo! E surgiu uma oportunidade de viajar agora por 18 dias porém se eu fosse para Filipinas teria que ir sozinha, tenho 25 anos.. vc que conhece o local, o que vc sugere? Acha uma boa ideia ou não? Não tenho medo de ir sozinha mas talvez de me sentir sozinha por ser tão calmo e "parado".... o que vc acha?

    Desde já agradeço sua ajuda.

    Bjs
    Camilla

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Camilla, tudo bem? As Filipinas é maravilhosa e se você souber onde ir, dá para ir numa boa!
      Vá para Palawan Island que você vai amar e que não é nada parado e também Bocaray que um agito!
      Se precisar de ajuda é só me avisar ok? Posso fazer um planejamento de viagem para você!
      meu contato - vidaeumaviagem@gmail.com

      Excluir
    2. Eu também penso em ir lar,poderiamos marca, para ir, eu sou do Brasil, mas moro em Portugal,. aqui meu fac, pedro cruz netuno.

      Excluir
  3. Em busca de informações para uma possível viagem para as Filipinas, deparei-me com seu blog, e foi o mais completo em detalhes que eu encontrei até agora.á o coloquei entre os meus favoritos!
    Quero parabenizá-la e gostaria de saber se, ao sair do Brasil para as Filipinas, se são necessários vistos de transição (nas escalas realizadas para troca de aeronave)e os custos de cada visto,se forem necessários. Essa é a única informação que não encontrei até o momento. Eu ainda não tenho uma data (ou até mesmo ano,hehe) para realizar essa viagem (Pretendo ir à Lapu-Lapu), mas já estou juntando o máximo de informações possíveis para não ter problemas no trajeto. Fico grato desde já.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! pelo meu conhecimento quando você faz escala ou mesmo uma conexnao em um aeroporto, sem sair do mesmo, não é necessário visto, se assim o país exigir...como eu voei dos Estados Unidos para lá, não foi necessário visto, mas do Brasil eu pesquisei aqui pra você e vi que também não é necessário como você mesmo pode checar no site do Itamaraty:
      http://www.portalconsular.mre.gov.br/antes-de-viajar-1/alerta-aos-viajantes-1/filipinas
      Em breve vou postar mais um texto sobre El Nido, para mim o lugar mais lindo de praia que já fui em toda a minha vida!

      Excluir
  4. Margareth Pereira1/16/2015 02:38:00 PM

    Candice, Maravilhosa as fotos e as dicas me apaixonei pelo local adoro locais que proporciona aventura e descobrimento.

    ResponderExcluir
  5. Boa tarde, estou interessada em saber a sua opinião relativamente a El Nido mas não encontrei nada.. Eu estou a pensar ir lá em dezembro mas estou muito confusa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Liliana, tudo bem? estive em El Nido e só para te dizer uma coisa: um dos lugares mais lindos que já estive na minha vida! E olha que conheço um bocado de países por esse mundão!
      Me diga no que você está confusa que assim posso te ajudar!
      Um abraço
      Candice

      Excluir
  6. Estou namorando uma menina das filipinas e logo vou conhecer o lugar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ah...os filipinos são os melhores! super simpáticos! boa sorte com a sua nova namorada!

      Excluir
  7. Olá Candice! Parabéns por colaborar com os viajantes. Confesso que estou temerosa de incluir Filipinas em minha viagem que iniciará dia 12 de dezembro e terminará 28 de janeiro. No primeiro momento faremos Tailândia e a partir de 4 de janeiro partiremos para um próximo país. Meu medo...com tantos tufões que ocorrem durante o ano, 20... como o país consegue se reorganizar? Não fica tudo muito precário? Percursos de van por seis horas? Sendo carioca e com tanto mar a minha volta...será que vale a aventura?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Katia, tudo? obrigada por acompanhar o blog! puxa, difícil eu dar minha opinião nesse caso, porque estamos falando da natureza. onde fica tudo imprevisível. Posso te adiantar que as praias das Filipinas, por exemplo, as ilhas Palawan é algo de maravilhoso, ,uito diferente da natureza das praias do Brasil. Eu acho que vale a pena, mas sobre as questões do tufões, aí é contigo! Arriscar mesmo. Eu iria de ônibus para El Nido e não de van. Muito mais confortável. Boa sorte!

      Excluir
  8. Olá Candice! Já comprei minha passagem de Pequim para Manila dia 28 de dezembro e volto dia 7 de janeiro. Vivo em Pequim. De Manila pretendo ir direto de avião para El Nido e daí vou descendo a ilha .É possível contratar uma van particular para ir descendo a ilha? e entao volto de porto Princesa para Manila e Manila Beijin. na sua opinião ,onde voce pararia entre El indo e Porto Princesa , para que a viagem não ficar cansativa. Port Borton? Estou tentando encontrar um hotel pousada bacaninha e El Nido. Beijos e saiba que estou amando seu Blog!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fernanda, tudo bem? com certeza você pode alugar até um motorista particular para ir descendo a ilha sim...ou uma van, como quiser! Lá tem muito esse serviço de translado. Port Boton é demais, vale muito a pena parar sim e se você tiver interesse de visitar o underground river, também está no caminho.Obrigada por acompanhar o blog e divirta-se muito!

      Excluir
    2. Olá Candice!! acabei de chegar de El Nido, segui todas as suas dicas e foi demais. Fui de avião de Manila direto para El Nido. O aeroporto é demais. Parece filme. Rola uma recepção bem típica com direito a buffet , suco natural, e música ao vivo. Lá, seguindo sua dica, fiquei no Pearl Orange Beach Resort. Ótima escolha. O bangalow é simples, mas um super ar condicionado e luz de abajur ( adoro). De lá segui para Sabang com uma van privada. A viagem é bem divertida e me rendeu vários clics daqueles carros cheio de gente. Em Sabang fiquei no Sheridan. Foi ótimo!! fui em uma cachoeira bem bacana e logicamente fiz o Undergroud River! Adorei o roteiro, obrigada pelas dicas! beijos.

      Excluir
    3. Oi Fernanda, que delícia ler sua experência pelas Filipinas! Fico feliz de saber que tudo deu certo e você se divertiu! E que venham mais viagens! Tudo de bom!

      Excluir
  9. Hola Candice tudo bem, gostaria de saber como é a regiao de Tabaco City ou Bicol, é muito perigoso, ou como sao as pessoas, pq estou pensando em me mudar para lá com minha filha e marido pq meus sogros moram ali nessa regiao que te mencionei. Beijoss. Me adiciona no face https://www.facebook.com/francini.c1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Francini, desculpe mas não tenho como responder essa pergunta porque nunca estive lá. Acho mais fácil seu marido perguntar para os pais dele o que eles pensam né?
      Boa sorte!
      Candice

      Excluir
  10. Boa noite!! Gostaria de saber sobre a culinária!! Eu não fico sem meu arroz com feijão rs rs Se for diferente, o que poderá ser substituído a comida de lá e de cá rs rs Muito obrigado !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem? obrigada por acompanhar o blog. Olha viajar, sem abrir mão do arroz com feijão, então é melhor levar na mala, e ficar em um lugar onde você possa fazer a sua própria comida, com seu tempero...e dedicar tempo para satifazer essa necessidade. A comida em toda a Asia o carro chefe é o arroz, mas é claro de país para país vai variar a maneria de fazer...agora o feijão é algo que não me lembro de comer por lá não. Boa sorte.

      Excluir
  11. Olá! Estou pesquisando alguns países, pois em breve farei um intercâmbio de um ano. Filipinas é uma das minhas opções e gostaria de te perguntar, se dos lugares que você conhece, o idioma é fácil de compreender. Já sei que usam o inglês e o filipino, mas qual é mais utilizado? Obrigada, seu blog possui Ótimas informações!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, puxa fazer intercâmbio nas Filipinas não é para os fracos! Mas de maneira alguma vou te desencorajar, vá mesmo que sempre é uma experiência né? é o que a vida pede! Por onde andei eles falavam tagalog que é bem diferente de tudo que já ouvi. Boa sorte!

      Excluir
  12. Ola Candice, sou do brasil e estou pensando em passar minha lua de mel nas Filipinas. Você acha que vale a pena?
    Amei seu blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um dos melhores lugares do mundo para passar a lua de mel! Vá de olhos fechados! Será inesquecível. Boa sorte querida!

      Excluir
  13. Gostaria de saber um pouco sobre o povo filipino. Eles são simpáticos e atenciosos com estrangeiros assim como nos brasileiros? Me parecem bastante sociáveis amigáveis abertos e ate mesmo mais modernos, estou certo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jorge! O povo filipino é sensacional! Super atenciosos, simpáticos e carinhosos. Você está certíssimo!

      Excluir
  14. Olá tudo bem, eu sou dino, eu li isso tudo mas mesmo assim quero uma opinião sobre onde eu vou o que me espera quero saber, eu conheci uma mulher pela internet, nos falamos por skype , messenger, ela é real, é da ilha que se chama negros, mas vive em Manilaé para onde eu vou, mManila é calmo ou pproblemático, e a ilha negros, se vou para lá e vou tar a vontade ou com o olho sempre aberto, sSFF pprecizo da sua resposta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dino, tudo bem? não poderei te ajudar nessa pergunta porque não conheço Manila, nem a iha de negros. Te desejo boa sorte!

      Excluir
  15. Que máximo, isso me fascina esses locais distantes onde a vida parece andar em câmera lenta. Excelente matéria!

    ResponderExcluir
  16. Olá Candice!
    Gostaria de saber como vc encontrou esse motorista para alugar o carro.
    Acha muito arriscado alugar um carro por conta própria para fazer Oslob e Kawasan Falls?
    Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jaerson, não acho arriscado não, o trânsito lá é bem parecido com o do Brasil, ouse ja, estamos acostumados. Eu só resolvi fazer com um motorista porque saía mais em conta e não precisei me incomodar com nada. Boa sorte!

      Excluir
  17. Boa tarde, estou planejando de viajar para Filipinas, mas como ainda não fiz nenhuma viagem de grande porte, gostaria de saber, em média, quanto você gastou em dólares em toda a viagem e mais ou menos quantos dias você ficou por lá. Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, eu separaria uns 100 dólares por dia com hotel, alimentação, passeios e extras para 2 pessoas. Eu fiquei 2 semanas por lá e conheci 2 ilhas : Palawan e Bantayan.
      O que precisar de ajuda, me avise ok?
      Boa sorte

      Excluir
  18. Oie boa tarde. Adorei seu post. Se não for incomdar demais, você poderia nos dizer em média quanto se gasta por casal pra ir direto pra essa ilha, a menos visitada e mais simples? Desde já grato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Brown, tudo bem? Para Bantayan, você vai gastar em um chalé na frente da praia uns 40 dólares. Para 3 refeições mais uns 30 dóalres ( o casal ) . Fora os passeios e extras, acredito que uns 100 dólares está de bom tamanho.
      O que precisar de ajuda, me avise ok?
      Boa sorte

      Excluir
  19. olá adorei o seu blog e estou a pensar nas pilipinas em fevereiro mas não consigo encontrar o seu post II como chegar a palawan. Estou um pouco perdida nesta viagem.obrigada Carla

    ResponderExcluir
  20. blog excelente...fotos sensacionais..parabéns
    você poderia sugerir 10 lugares para não perder nas Filipinas?..não curto praia nem museus mas templos, castelos, monatérios, palácios, grandes monumentos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jaerson, tudo bem? olha, eu estive apenas uma vez nas Filipinas, não sei se conseguiria eleger assim 10 lugares, ms vou tentar ok?
      1 - El Nido - Palawan Island
      2 - Bantayan Island
      3 -Boracay
      4 - Bohol
      5 - Samal - Davao del Norte
      6 - Pagudpud
      7 - Coron ( imperdível )
      8 - Morong
      9 - Siargao
      10 - Ternate

      Espero poder conhecer todas elas!
      Um abraço
      Candice

      Excluir

se quiser mais informações, por favor mande um email para
vidaeumaviagem@gmail.com
obrigada