21/04/2014

Filipinas - quando ir, como chegar, onde ficar, o que fazer e muito mais! Parte III

No terceiro texto sobre as Filipinas, vou contar sobre como foi a viagem até Palawan Islands, um arquipélago com mais de 650 quilômetros de extensão.

As ilhas Palawan ficam no extremo oeste da país, ou seja, a última fronteira das Filipinas e a capital Puerto Princesa, que fica no meio da ilha é o ponto de chegada e partida para todas as aventuras em Palawan.

COMO CHEGAR EM PALAWAN


As companhias aéreas que fazem vôos para Puerto Princesa são: Cebu Pacific Air e a Philippine Airline

a caminho de Puerto Princesa - Palawan Island


A parte sul, onde reside uma comunidade muçulmana é pouco explorada pelo turismo.

O trajeto traçado foi a partir de Puerto Princesa, sempre para o norte porque é lá onde se concentra a maioria das suas atrações como o Underground River e a pequena cidade litorânea de El Nido com o quintal aquático mais lindo e diferente que meus olhos já puderam ver, mas isso eu já te conto.

O QUE FAZER EM PUERTO PRINCESA

Aprendi pelas minhas experiências viajando nas Filipinas que as cidades de chegada e saída para as ilhas não tem nada de muito interessante para se fazer. Assim foi na chegada de Cebu para ir até Bantayan Island e novamente aconteceu com Puerto Princesa, com destino para El Nido.

A capital da Ilha de Palawan é pequena, barulhenta, com um centrinho bem ordinário e nada de muito atraente para ser bem sincera. Nas duas noites que dormimos por lá, alugamos uma scotter e saímos por todos os lados para explorar a região e ver se achávamos algo atraente ou pelo menos diferente. E o meu conselho é: não perca tempo em Puerto Princesa. Se programe para partir direto para o norte, porque qualquer minuto a mais em El Nido vale ouro.

Ficamos no hotel La Villa Princesa próximo ao aeroporto em uma região calma. O hotel eu fechei com uma agência de turismo bem bacana e confiável chamada Shore2Shore Travel and Tours que pode e muito te ajudar a montar itinerários pela ilha.

O hotel era passável mas se fosse novamente para Palawan procuraria por outra alternativa. Na verdade achei o quarto um pouco sufocante e com uma janela minúscula. A diária custou 1.400 pesos filipinos o que vale aproximadamente 32 dólares ( em 2013).

UMA TARDE EMOCIONANTE 

Se você gosta de explorar além das atrações turísticas, como nós, qualquer lugar aparentemente sem graça pode se tornar um dos dias mais especiais da viagem. E foi o que aconteceu com a gente. Um dia, saímos com a scooter sem rumo para bem longe da rota turística até dar de cara com um povoado. 

Era uma pequena vila de pescadores muito simples em frente ao mar. Estacionamos a moto e entramos em um corredor rodeado de palafitas desse pequeno vilarejo. Já na entrada percebemos a curiosidade dos moradores que sorriam para nós. Percorremos o trapiche até o final para ver o pôr do sol. Quando olhamos para trás, percebemos que umas oito crianças seguiam nossos passos.

um dia mágico

Devagar fomos fazendo amizade através de gestos, olhares e sorrisos. Daniel fazia barulhos de animais e elas morriam de rir. Tiramos várias fotos e na volta fomos convidados a entrar na casa de uma família de pescadores para aprender a arte de costurar uma rede de pesca. Eles também tinham muita curiosidade em se ver na câmera digital, por isso tiramos várias fotos. Dias como esses são emocionantes e não tem como planejar. São as gratas surpresas de uma viagem.



O QUE CONHECER EM PALAWAN ISLAND

UNDERGROUND RIVER -  reconhecido em 1999 pela Unesco como Patrimônio da Humanidade e em  2012 como uma das sete novas maravilhas da natureza pela fundação New7Wonders , o underground river é um dos mais longos rios subterrâneos navegáveis do mundo dentro de uma gigante caverna semi-submersa.

Quando estava planejando a viagem para as Filipinas, tentei reservar por conta própria uma data para o passeio via internet mas não consegui. Parece que já está tudo amarrado com as agências de turismo. Esse é o site se você quiser tentar: http://www.puerto-undergroundriver.com/

Acredito que mais de 90% das pessoas que querem conhecer o Underground River precisam comprar o pacote "van + tour" desde Puerto Princesa que custa 35 dólares e inclui o transporte ida e volta Puerto Princesa - Sabang que dura duas horas e mais o ingresso para o passeio.

A primeira etapa da aventura começa com uma viagem de 20 minutos em um barco de pesca até chegar em uma praia paradisíaca e onde está o preservado Parque Nacional.


Nessa praia você caminha por uns dez minutos dentro de uma mata tropical com muitos pássaros e já dá de cara com um lago de cor verde esmeralda que mais parece um sonho. Eu por mim ficava ali mesmo.


Nessa lagoa já sê vê os barquinhos de madeira ancorados esperando os visitantes que chegam em pencas. Ninguém entra na caverna sem antes colocar colete salva-vidas e capacete.


Com capacidade para até oito pessoas, o barco conduzido por um guia adentra pela boca da caverna e tudo vai se transformando em um completo breu e um silêncio quase que absoluto se não fosse pelo som emitido pelos milhares e milhares de morcegos que lá habitam. Realmente é uma sensação bem estranha.

E a primeira dica que eu posso te dar sobre esse passeio é a seguinte: se você tem pânico de morcego nem pense em entrar nesse rio subterrâneo. Pode realmente te dar um treco.

A segunda dica - quer olhar para cima para ver a beleza das formações rochosas e a altura da caverna? mantenha a boca bem fechada. O que cai de gotas de cocô de morcego não é brincadeira. Eu fui premiada com uma dessas caindo no meu olho. Já ofereço a terceira dica - vá de boné!

A altura da caverna é algo impressionate mesmo. As vezes eu olhava e quase não conseguia enxergar o fim de tão alto.

Eu preciso confessar: eu não me senti muito confortável nesse passeio. Além dos milhares de morcegos pendurados e empilhados um nos outros, o jeito que o guia nos conduziu chegou a ser irritante. Para resumir: eu fui a sorteada da turma do barco para segurar a lanterna e seguir as instruções do guia.

Com a lanterna nas mãos, o guia passava as coordenadas (no meio daquele breu) : "up, up, up, turn right, right, right, little more, stop" e daí ele dizia: "this is a horse", fazendo com que a gente entendesse que aquela rocha tinha a perfeição de um cavalo. E isso durou mais de 20 minutos: imagens como a de Nossa Senhora, o rosto de Jesus, Adão e Eva...vou te contar viu.

Eu tenho problema com esses passeios muito turísticos, mas posso garantir que se você abstrair os percalços te digo que sensação é única, afinal navegar em um rio subterrâneo daquele porte dentro de uma caverna gigante não é nada comum. É algo bem diferente na natureza.



O ITINERÁRIO IDEALIZADO 

A princípio a idéia seria ir até Sabang, cidade que abriga o Underground River National Park, dormir por lá uma noite em algum hotel e no dia seguinte pegar uma van e seguir até El Nido.

Na prática não pareceu tão fácil porque todas as agências em Puerto Princesa fazem um "bate volta" para o Underground River, ou seja, bem cedinho eles te buscam no hotel, viajam por duas horas até chegar em Sabang para fazer o passeio para o Underground River. O passeio dura o dia todo e perto do pôr do sol as vans voltam para Puerto Princesa.

Pensei com meus mapas: mas isso não faz sentido se você quer ir para El Nido.  
Por que voltar para Puerto Princesa se você já está em Sabang, ou seja, a caminho de El Nido?

Aí vem a primeira descoberta: não encontrei nenhum tour que fizesse apenas ida para lá. Eles vendem o passeio já fechado: ida e volta e o preço é tabelado: 1.500 pesos.

A única saída seria comprar uma passagem de ônibus de linha  (sem ar condicionado ) mas poderia levar até 4 horas porque vai parando em várias pequenas cidades. Decidimos ir de van mesmo já sabendo que perderíamos a volta.

Arriscado? Onde ficar por lá, já que não tínhamos hotel marcado? Que tamanho tem Sabang? quantos hotéis tem por lá? enfim, já sabíamos que uma aventura estava por vir.

O ITINERÁRIO REAL

Compramos dois lugares com a van e já explicamos para o motorista que não voltaríamos para Puerto Princesa e que dormiríamos em Sabang.

Depois do passeio no Underground river ( que já vou contar )  fomos até o centrinho da cidade em busca de um canto para dormir para partir para El Nido no dia seguinte. 
Dos poucos hotéis que tinham por lá (acho que nem chegavam a dez) todos estavam lotados. Já estava olhando um canto de uma árvore para passar a noite. E agora?

Começamos a procurar vans que estavam partindo de Sabang para El Nido naquela tarde e todas também estavam lotadas. Essas horas você só olha o paraíso e pensa: não vou me estressar, afinal estou de férias.

Por ali ficamos sentados só observando os turistas se agilizando com malas, colocando dentro das vans e partindo para El Nido. Numa dessas vans percebemos que uma delas não estava lotada e perguntamos ao motorista se ele podia nos levar. Por sorte conseguimos um lugarzinho apertado na van com vários franceses. A viagem até El Nido foi uma loucura.

Os motoristas "generalizando" são imprudentes e correm como loucos. A viagem resultou em um pneu furado no caminho. No final demos boas risadas esperando a troca sob um lindo luar. 

Se você quiser fazer esse mesmo trajeto que eu fiz, dormindo em Sabang e depois partir para El Nido, meu conselho: reserve com antecedência um hotelzinho na praia. Segue alguns deles:

 Mary's Cottage - uns chalés na beira da praia bem simpáticos.

Sheridan Beach Resort and Spa - esse é o hotel mais chique da região. Diárias a partir de 170 doletas.

Daluyon Beach - hotel bacana na frente da praia. Diárias a partir de 130 dólares.


No próximo capítulo: El Nido, um dos lugares mais lindos no mundo! Sim, é impressionante!

Textos sobre as Filipinas:

Filipinas - quando ir, como chegar, onde ficar, o que fazer e muito mais! Parte I

Filipinas - quando ir, como chegar, onde ficar, o que fazer e muito mais! Parte II

Filipinas - quando ir, como chegar, onde ficar, o que fazer e muito mais! Parte IV 

Filipinas - quando ir, como chegar, onde ficar, o que fazer e muito mais! Parte V






17 comentários:

  1. Estou aguardando ansiosamente a parte com El Nido!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Candice. Tudo bem? :)

    Seu post foi selecionado para a #Viajosfera, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Natalie - Boia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada! Fico feliz em saber que o Viaje na Viagem acompanha as minhas andanças!
      Logo logo termino as Filipinas e já começo a trilogia Grécia ( Santorini, Milos e Atenas ).
      Um abraço Natalie
      Sucesso sempre para vocês!
      Candice

      Excluir
  3. Oi Candice, aqui é o Felipe Cuesta do Do Rio pro Mundo. Tudo bem?
    Puxa, que demais esse seu roteiro pelas Filipinas. Nunca imaginei que por aí tivesse tantos locais bonitos. As fotos com esse ar anos 70 que vc coloca ficam demais.
    Parabéns pelo seu blog, que está cada vez melhor e por sua nova atividade de roteirista e guia de viagens. Em fevereiro de 2016, estarei em sanfra para o super bowl no levi´s stadium. nos vemos então.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi Felipe querido, tudo bem? obrigada pelo elogio! Você é um ótimo escritor, que consegue transmitir com muita poesia os detalhes das cidades por onde passa! Admiro muito seu trabalho! Por hora, estou aqui na correria com a nova atividade, sem muito tempo disponível para escrever, mas muito feliz! A fila de textos me espera...estou terminado as Filipinas e depois vem a trilogia Grécia ( Atenas, Santorina e Milos), Budapeste e Bratislava.
      E saiba que eu adoro o seu blog, estou sempre acompanhando suas aventuras!
      Oba, estarei te esperando por aqui em 2016!
      Tudo de bom!
      Candice

      Excluir
  4. Quando publica o próximo capítulo? Vou até El Nido no final do próximo mês e quero saber como correu a sua viagem e com o que poderei contar. :) Obrigado. Beijos de Portugal. Vítor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa semana mesmo! Estou muito corrida com passeios outdorrs por aqui na Califórnia, mas dessa semana não escapa! Obrigada por acompanhar o blog Vítor!
      Candice

      Excluir
  5. Ei Candice! Pode me indicar um lugar para ficar em El nido, Bantayan e Boracay? pretendo ir em Janeiro, saindo de Bali. Ficarei 9 dias. Abraço e parabéns pelo blog. Está me ajudando bastante.Lisiane

    ResponderExcluir
  6. Candice.. to indo para Elnido, queria um conselho. Vc pode me mandar um email please. nelia04@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim Nelia! meu email é o vidaeumaviagem@gmail.com
      Obrigada

      Excluir
  7. Olá, Candice! Tudo bom? Vi que você ofereceu seu planejamento, ainda está disponível? Gostaria de fazer exatamente o que você fez. AH!Tenho somente uma dúvida... Eu deveria comprar a passagem aérea do Brasil para Cebu (está com o preço acima do esperado) ? ou compro para manila (que está mais em conta)?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Compra pra Manilla, sem dúvida! Posso te ajudar com um planejamento bem massa! É só mandar um email pra mim no vidaeumaviagem@gmail.com
      Um abraço

      Excluir
  8. nossa lindas fotos, algum dia quero contemplar estes lugares.

    ResponderExcluir
  9. Que belos lugares, parabéns!!!

    ResponderExcluir
  10. Ola, gostei muito do seu post, gostaria de saber como e a comunicação por la, se é muito difícil de chegar sem falar inglês?
    Desde já agradeço!

    ResponderExcluir

se quiser mais informações, por favor mande um email para
vidaeumaviagem@gmail.com
obrigada