10/12/2019

Formentera - um caso de amor eterno!


Escrever sobre Formentera é como recriar um estado de paixão à primeira vista.

Nossos sentidos ficam todos ouriçados...encantados pela sua geografia, suas cores, seu ar misterioso...ela vem forte, despida e livre e arrebata o coração de qualquer urbano cidadão.

Sim, ficamos entregues aos espetáculos de sua natureza...eu caí de paixão por essa ilha.

É uma paixonite que te pega já na primeira curva de suas estradas estreitas, te mostra a estonteante beleza de seus mares azuis, te faz sentir a maciez de sua areia branca bem fininha, e te beija com a brisa acariciando seu corpo, junto com o sol te aquecendo a alma...

Nessa ilha, o corpo libera facilmente uma boa dose de dopamina e endorfina...santa química!


Às vezes parece até que você está em outro planeta...talvez Vênus com Jupiter incentivando-a a se despir e soltar sua mais pura essência...por lá tudo é tão sensorial que até parece um sonho.


Um ilha que fica pra sempre em algum lugar na memória, intocada eternamente na alma, que dança com o coração pulsando em cada paisagem rústica que vai se mostrando pelos seus lindos caminhos de perdição. Formentera toca nossas mais profundas sensações. Ela é o maior tesouro das ilhas baleares.






Vocês assistiram o filme espanhol Lucia e o Sexo?

Então, muitas das cenas se passa em Formentera e conta a história de uma jovem garçonete que tem uma relação ardente com seu amante, e em um momento eles se desentendem e ela parte sozinha para a ilha e lá fica tentando decifrar suas paixões através de seus romances e as lembranças perdidas.

Tem uma cena que ela chega em um restaurante para jantar e pede uma paella, mas como eles não preparam para uma só pessoa, ela fica arrasada, se levanta e começa a desenfrear sua loucura e sai pela praia murmurando: "Sozinha no sol, sozinha no sol". Segue abaixo a cena.


  Llegada a la isla (Lucía y el sexo, 2001) from Julio Medem on Vimeo.


Eu não sei dizer como é estar sozinha em Formentera, mas garanto que é formidável estar em uma sintonia amorosa de muita reciprocidade.

Eu infelizmente não tive a oportunidade de deitar em uma cama e me entregar aos braços de Morfeu na ilha, pois passei apenas um dia, mas foi o suficiente para marcar profundamente minha alma de viajante.

Vou contar aqui como foi o dia por lá, como foi que explorei a ilha, que lugares andei, e tudo mais.

Como Chegar


Como Formentera não tem aeroporto, a única maneira de chegar é via ferry o que é muito simples se você estiver em Ibiza. É só seguir até o terminal de balsas da ilha,  que fica na cidade de Ibiza antiga. Existe também outros dois lugares que fazem a travessia: Santa Eulália e Playa D'en Bossa.

Na alta temporada ( entre junho a setembro ) tem balsas saindo de meia em meia hora e são operadas pelas empresas Balearia e Trasmapi. A travessia leva em média 30 minutos, o trajeto percorrido é de apenas 20 km a chegada em Formentera é pelo Porto de Savina. A passagem ida e volta vale 40 euros.

Como se locomover


Formentera tem apenas 19 km de extensão, com uma área de 83 metros quadrados e uma população que não chega a 8 mil moradores.

Por ser praticamente uma ilha plana, ( o lugar mais alto é a colina La Mola, que não passa de 200 metros de altura ), pode-se muito bem percorrer a ilha de scooter, ou carros ( as ultimas noticias é que eles estão adaptando a ilha a ter apenas carros elétricos ), ou ainda ônibus público ou mesmo táxi.  E ainda para o que gostam de aventura e estão em forma, vale a pena conhecer a ilha de bicicleta. Tem várias empresas que alugam as magrelas por lá.

Como minha primeira escolha é quase sempre explorar com a sensação em duas rodas, em Formentera não foi diferente...a empresa espanhola Cooltra foi a a escolhida e tudo correu bem.

Se quiser alugar um carro, no próprio porto de Savina tem a loja da Europcar, e outra que chama Esformentera, que só aluga carros elétricos.

Onde ir


Sabe uma ilha que você pode ter um cantinho para chamar só de seu? Escolha e divirta-se.

É difícil nomear as melhores praias porque cada pedaço da ilha tem seu charme.

Cada canto de praia é motivo para parar e admirar sua natureza: Cala Saona, Planja Migjorn, Es Arenas, Caló dês Mort e Es Ram, todas com areia bem brancas e pedras lindas que ornamentam o lugar.




Mas tem uma praia muito especial...ir até Formentera e não
caminhar pelas areias da praia Ses Illetes, e não mergulhar no seu mar azul turquesa, seria praticamente um sacrilégio.

Reconhecida com uma das praias mais lindas do mundo pelos sites CNN Travel e TripAdvisor, já dá para imaginar que o sonho pode virar pesadelo em alta temporada. Estive lá em Setembro e foi perfeito.

Em Ses Illetes, com certeza por causa da sua geografia, sentia que caminhava na lua...são formações rochosas autênticas e muito delicadas...





Onde comer

Ali mesmo em Ses Illetes, tem poucos restaurantes bem típicos na beira da praia, onde o clássico são os pulpos ( preparados de tudo que é jeito ) e as paellas. O restaurante Tanga foi o escolhido para petiscar em uma das praias mais linda do mundo!


Depois de muitos mergulhos na mar e um almoço delícia, a missão era só vento na cara por toda a ilha. Se você tiver tempo não deixe de conhecer o farol da ilha chamado Es Cap de Barbaria .Um lugar muito especial, com um buraco no chão que se você descer, vai dar em uma caverna com uma vista incrível para o mar.



Se você planejar assistir o pôr do sol na lha, um lugar magnífico é visitar a colina El Pilar de La Mola.

Já na subida, pela estrada, a vista começa a ficar estonteante...ali você consegue decifrar bem melhor os contornos da ilha...mais alguns poucos quilômetros, surgem restaurantes lindos que te convidam para uma copa de vinho e muitos frutos do mar.

O escolhido por sua vista inacreditável, foi o El Mirador.




Formentera fica pra sempre no coração.
Na próxima vez, gostaria de voltar para ficar pelo menos uma semana por lá.

Próximas Postagens - dossiê Arriba México!


1 - Vai ter Cidade do México ( pelo meu olhar ) e também uma super entrevista com o amigo local Isaías que vai contar segredinhos que só um nativo tem envergadura moral para tal!

2 - Vamos mergulhar na Península de Yucatan, essa impressionante região no sudeste do país que é de uma natureza impressionante, de cair pra trás!

3 - Também teremos a participação da Leticia, amiga querida que vive em Playa Del Carmem e vai contar uns segredinhos que só uma entendedora local pode nos proporcionar. Não vejo a hora!

4 - E por último, pensei muito para decidir, se contava ou não esse "meu lugar secreto", pois descobri um paraíso ( uma ilha quase secreta ) no extremo norte de Yucatan. Tenho que voltar de vez em quando pra lá, pra reencontrar meu coração, que por lá ficou...










Nenhum comentário:

Postar um comentário

se quiser mais informações, por favor mande um email para
vidaeumaviagem@gmail.com
obrigada