20/12/2019

México e sua impressionante Península de Yucatan - Parte I


Aviso aos navegantes: ando apaixonada pelo México e animadíssima para contar as minhas façanhas das últimas três viagens que fiz pra lá em um ano.

Tudo começou em 2018, eu tinha recém voltado de Barcelona, quando um amigo querido que mora no Brasil me convidou para encontrá-lo na Cidade do México para o Mórbido Festival, um reunião de celebridades do mundo do Horror.

De curiosa, fui ver as datas e tal e me deparei com a tentadora coincidência: o festival aconteceria no mesmo local e época da maior celebração dos Dias dos Mortos do mundo. Na hora, só veio a pergunta na minha cabeça: aonde aperta o botão?

Passagem comprada, e não me dando por satisfeita, pensei: "vou emendar essa viagem e fazer uma vacaciones mais prolongada! Antes de CDMX ( sigla usada para a Cidade do México ) vou dar uma passada na península de Yucatan, para dar um mergulho naquele marzão azul do Caribe"...



Para quem não sabe, a península de Yucatan ( que abrange três Estados Mexicanos: Quintana Roo, Yucatán e Campeche ) é um paraíso natural impressionante localizado no litoral sudeste do México, que você precisa conhecer!

Aliás, é o país na America latina campeão em colecionar Patrimônios da Humanidade pela Unesco. Quer saber quais são eles? Clique AQUI.


Além das praias paradisíacas banhadas pelo mar do Caribe e o Golfo do México, a região abriga uma herança cultural milenar, como as ruínas de civilizações antigas, além de milhares de cenotes que são cavidades naturais que com o tempo, devido a erosão das rochas calcárias, eles vão se formando e surgem lindíssimas piscinas subterrâneas de água doce. Um cenário único e maravilhoso. Segue a foto de um cenote bem lindo para inspirar o viajante dentro de você.

Foto Divulgação

Eu curtindo um Cenote. Esse é 7 bocas. Bem lindo! Fica na Ruta de Cenotes

As ruínas maias também são um caso à parte na região, e por ter muitas opções, é preciso fazer um itinerário para escolher qual você quer conhecer. Adianto aqui as três mais famosas da região:

Chichen Itza


Chichen Itza foi classificada com umas das 7 maravilhas modernas do mundo e 1988 foi listada como Patrimônio Cultural da Unesco. Também é o sítio arqueológico mais famoso da península de Yucatan.

De acordo com registros e pesquisas, o nome significa "boca do poço de Itza" e foi fundado perto do ano 500 D.C  pela civilização Mai
a. A pirâmide principal do sitio arqueológico, chamada Kukulcan tem 30 metros de altura, mas é para ser admirada apenas com os olhos, pois não é permitido subir suas escadarias.

Diz a lenda, que os visitantes que passam pelo local nos equinócios ( 20 e 21 de março ou 22 e 23 de setembro ) pode apreciar  os raios de sol que criam uma sombra através da pirâmide de Kulkulkan que dá uma formato de uma serpente deslizando pela suas escadarias.


Outra curiosidade que dá para experimentar são as brincadeiras de sons no local. Por exemplo, se você der uma batida de palma em uma das extremidades da quadra, produz nove ecos no meio da quadra. Se você for na frente da pirâmide e bater palma, o eco fica semelhante ao chilrear da serpente.

Para visitar o local ( desde o aeroporto de Cancun )  é preciso percorrer 197 km ao norte da península de Yucatan. E vale muito a pena!


Tulum

São lindas ruínas maias localizadas bem à beira mar, na região da Riviera Maya, localizada a 135 km ao sul do aeroporto de Cancun. Fundada no século 6 D.C, embora as ruínas não sejam muito altas, a construção é riquissima em detalhes, denunciando o modo de vida deles completamente conectados com a natureza.

Foto Divulgação


Coba

Considerada um dos mais importantes conjuntos de ruínas antigas maias de Yucatan. Com indícios de ocupação desde o século 1 A.C, Coba foi uma das maiores e mais importantes cidades da civilização maia. Com uma pirâmide com 42 metros de altura, é permitido subir até seu topo. Lá de cima, o presente é uma linda vista para uma exuberante floresta tropical.

Foto divulgação

Como chegar

O aeroporto de Cancun é a porta de entrada para o paraíso. E o que não falta são lugares fantásticos para conhecer na região. Já adianto, se você nunca esteve por lá, na chegada, você vai ficar impressionado com a cor do mar de Cancun, e até sentir que por ali já está ótimo, afinal só de olhar aquela cor do mar, você vai ter certeza que encontrou o paraíso.


Posso te dar um conselho? não se contente apenas com Cancun, siga adiante, explore, essa região é riquíssima de belezas naturais, tem "paraísos" muito mais interessantes para conhecer além da zona hoteleira de Cancun.


Cancun ficou tão turístico dos últimos 20 anos pra cá, que seria o último lugar que indicaria para conhecer na península. As belezas naturais estão por todos os lados e tem para todos os gostos: Tulum, Playa Del Carmem, Puerto Morelos, Isla Mujeyes, Bacalar, Rio Lagartos, Cozumel e minha nova descoberta, a ilha que roubou meu coração: Holbox, esse paraíso que descobri no extremo norte da península ( dá uma olhada no mapa acima ) e que estou louca pra dividir com vocês minhas experiências por lá, afinal, já sou quase uma local!


No próximo post: 


Entrevista com a minha amiga Leticia Alves que vive há 20 anos na encantadora Playa Del Carmem! Ela vai nos contar muitos segredinhos do local...não vejo a hora!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

se quiser mais informações, por favor mande um email para
vidaeumaviagem@gmail.com
obrigada